''

Atividades que estimulam o desenvolvimento do bebê


O post de hoje é dedicado à todas as mamães que querem aprender e saber mais sobre algumas atividades que estimulam o desenvolvimento do bebê.

Como funciona o cérebro dos pequenos?

O suporte físico de todos os processos psíquicos se encontra no cérebro, desde a sua formação durante a sua vida intra-uterina. O seu amadurecimento se dá em etapas.

A maior parte dos neurônios do cérebro humano se formam antes do nascimento, os processos de diferenciação e conexão com outros neurônios ocorrem depois do nascimento, bem como a formação de sinapses (a comunicação entre os neurônios).

Como funciona o cérebro dos bebês?

Sendo assim quanto mais ativo for o cérebro, mais estimulação adequada o bebê receber, mais irá aumentar a sua funcionalidade.

Os bebês nascem com certas preferências de atenção, com uma maior predisposição para prestar atenção em alguns estímulos frente a outros, com alguns meses, após observarem objetos brancos e pretos preferem olhar objetos com cores vivas.

Como estimular o desenvolvimento

Quais atividades, oportunidades de aprendizagem podemos oferecer ao bebê recém-nascido afim de que ocorram mais sinapses para ele se desenvolver de forma saudável e ativa?

Nos primeiros meses de vida a observação se faz presente de forma que o bebe recém-nascido possui adaptações inatas, exercício dos reflexos inatos (sucção, preensão), de acordo com Piaget.

Nos primeiros meses de vida preferem a voz humana frente a qualquer outro estímulo auditivo, como por exemplo viram a cabeça em direção a fonte de um som.

Procure conversar com o bebê, procure fazer vozes diferentes, cantar baixo, mais alto, aos poucos acrescente objetos a música cantada. Ouvir músicas calmas, fazer expressões faciais para o bebê, evidenciar seu corpo, enaltecendo suas partes, como o pezinho, a mãozinha, lembrando que o estímulo é você.

Móbiles e painéis

Aos poucos insira objetos no seu dia a dia. Construir um painel com várias formas: círculos, quadrados, linhas coloridas para a observação do bebê, é uma ótima ideia, posteriormente oferecer objetos como móbile no berço, para estimular a visão e audição.

Lembrando que as capacidades visuais melhoram muito ao longo do segundo trimestre de vida. “O acompanhamento visual de objetos que se movem se torna mais eficaz, os olhos deixam de se mover rápido e já são capazes de um movimento suave, lento e controlado.” (Palácios, 2004, p 78.)

Uma dica importante: não ofereça muitos estímulos para o bebê. O ideal é observar seu desenvolvimento, oferecer muitos brinquedos acaba deixando-o irritado por não saber o que pegar primeiro, perdendo o interesse rápido.

A produção de cestos de tesouros é uma ótima escolha. Assim você pode alterar os objetos ou criar vários cestos, a partir do que tem em casa: objetos naturais: limão, maça, laranja. Objetos de metal: molho de chaves, sinos, de plástico, cesto de objetos que fazem barulho, de várias formas e texturas. Sempre adaptando a idade da criança.

Garrafas sensoriais

Outra maneira de despertar a curiosidade nos bebês são as garrafas sensoriais, transparentes com diferentes materiais no seu interior, lantejoulas, bolinhas, fios diversos, entre outros com ou sem água.

Painel de texturas

Com aproximadamente 4 a 6 meses o bebê começa a ficar mais ativo, aprende a sentar. De acordo com o método Montessori (1870-1952) a criança aprende e se desenvolve pelos sentidos, portanto criar um painel com texturas, objetos coloridos com vários materiais contribuem para despertar ainda mais sua curiosidade ampliando seu repertório de descobertas e descobrindo o mundo por meio dos sentidos.

Caixas com várias tampas para abrir e fechar, assim como zíper ajudam a desenvolver a coordenação motora fina e a concentração.

Estar sempre atento aos materiais que disponibiliza a criança, devem ser seguros, não muito pequenos e um adulto sempre deve estar presente a fim de evitar que a criança coloque algo na boca.

Peças de encaixe e blocos

Brincadeiras para estimular o desenvolvimento do bebê

Um pouco mais tarde peças de encaixe, blocos lógicos são uma ótima opção eles irão adorar encaixar, rolar, empilhar, sem falar no estímulo visual ocasionado por cores e formas.

Lembrando que as interações, as brincadeiras, são fundamentais para o desenvolvimento social, emocional, físico e cognitivo do seu filho.

Referências

COLL C; MARCHESI A; PALACIOS J; Desenvolvimento psicológico e educação. 2 ed. Porto Alegre: Artmed, 2004, 3v.

Carla Carbonar

Carla Carbonar

Apaixonada por crianças, educação, psicologia e o universo infantil.
Carla Carbonar

Comente pelo Facebook

Comentários

About Carla Carbonar

Apaixonada por crianças, educação, psicologia e o universo infantil.